Escola do tapete.

Muito conhecimento para melhorar sua performance na venda de tapetes

Página em construção: 5% do conteúdo inserido.


Um tapete pode transformar o ambiente, tornando um espaço monótono em fabuloso. Como uma obra de arte, um tapete pode encantar,  com uma cor ousada ou com uma textura inusitada. Um tapete pode ser a peça que você precisa para mudar o ambiente interior do lar do seu cliente ou escritório. Recomendamos que você tenha em mente o que está sob seus pés ao decorar e pense em como harmonizar o conjunto da decoração.

Um tapete deve ter presença: um padrão marcante ou uma combinação de cores incomum ou mesmo uma construção que transmita algo (poder, elegância, ousadia).

 Se você está trabalhando com um espaço onde a cor é limitada,  desenrolar um tapete poderoso pode ser a chave para animar o espaço. Escolha um floral , listras ousadas ou até mesmo um padrão de texturas para adicionar um toque eclético. 

Para chegar ao efeito perfeito é necessário um conjunto de habilidades,  e conhecimento de produtos. A escola do tapete busca dar respaldo a decisões assertivas que vem de encontro as expectativas do cliente.


Tipos de fibras: Naturais ou sintéticas. Naturais, remetem a um universo imenso de tapetes manuais. Sintéticos remetem a tapetes de máquina.

Fibras Naturais:

1. Urtiga- Urtiga é um nome em inglês usado para o tipo de plantas que têm pêlos urticantes. A urtiga do Himalaia, crescem selvagem em solos florestais em altitudes que variam de 3.900 a 9.800 pés no Himalaia. A fibra é extraída do caule da planta e é descascada até que a fibra seja extraída. É um material bonito, que oferece durabilidade, textura, variação de cor e cria um brilho sedoso muito bonito. Amplamente usado em tecidos e tapetes finos.

2. Hemp- A fibra de cânhamo é feita a partir do caule da planta Cannabis Sativa. Após a colheita, a fibra passa pelo processo de maceração, onde o caule é separado do núcleo lenhoso, seguido pela separação das fibras, um processo trabalhoso onde as fibras são quebradas. A fibra fina é então limpa, cardada e depois fiada em um fio. Ecológica, sustentável e biodegradável é uma excelente opção para tapetes de ótima qualidade e de boa aceitação junto a arquitetos e decoradores. O cânhamo e a maconha pertencem a  espécies da família Cannabis.

O cânhamo é legal? Sim, o cultivo de cânhamo/ Hemp industrial, para  fabricação de tapetes, tecidos, remédios, papel, etc. é legal . O governo da Índia incentiva a pesquisa e o cultivo de cannabis com teor de THC abaixo de 0,3%.  legislação que é seguida pela maioria dos países.

- Conhecida por sua resistência a sujeira e a manchas. Mantem a  aparência e a  cor ao longo de anos. A lã é popular por sua praticidade e também oferece inúmeros benefícios ambientais. É resistente ao fogo, resistente ao mofo e repelente à água.

A lã é de longe a escolha mais segura em residências, hotéis, escritórios e espaços comerciais para se proteger contra o perigo de incêndio, pois é a única fibra que resiste naturalmente ao fogo. Ao contrário de muitas fibras feitas pelo homem, que geralmente derretem e grudam quando pegam fogo, a lã arde ou queima em vez de explodir em chamas. A lã normalmente se auto-extingue quando a fonte da chama é removida. A lã não apenas repele a água, como também retém a umidade sem mofo. Esta é uma qualidade importante, pois o mofo e o bolor são considerados um dos irritantes e prejudiciais ao sistema imunológico. A lã naturalmente ajuda a estabilizar a umidade relativa nos ambientes, absorvendo ou liberando umidade. A lã não é alergénica e provou ser higienicamente segura em áreas medicamente sensíveis. A lã não promove o crescimento de ácaros ou bactérias e, na verdade, contribui para a pureza do ar nos ambientes ao absorver gases poluentes. A segurança ao caminhar também é garantida por suas características antiderrapantes e não abrasivas. Como um bônus adicional, a lã oferece propriedades  de isolamento acústico e térmico. A história da lã começou há muito tempo e tem sido um dos materiais mais utilizados e úteis do planeta. Datada de 10.000 anos atrás, a lã foi introduzida na Europa a partir do Oriente  e viajou ainda mais longe desde então. A lã é obtida de diferentes tipos de ovelhas e a qualidade varia de acordo com a raça das ovelhas e seu ambiente. A lã processada no Himalaia é mais forte, mais isolante e tem uma resistência natural ao solo e à sujeira. A alta altitude do Himalaia produz uma textura macia e torna o material perfeito para a tecelagem de tapetes. Nova Zelândia e Argentina também produzem ótimas lãs. A tosquia de ovelhas é quando a lã  é cortada e separada em quatro categorias: lã, quebrada, barrigas e mechas. A lã direto da ovelha tem um alto nível de lanolina (uma graxa natural). A qualidade da lã é determinada pelo diâmetro da fibra, ondulação, rendimento, cor e resistência do grampo. Em geral, o diâmetro da fibra é a característica mais importante da lã.

A lã serve como isolante natural e as fibras absorvem e libertam o vapor de água tornando os tapetes de lã perfeitos para todas as estações. Os fatores isolantes da lã ajudam a reduzir os custos de energia e manter sua casa aquecida. Também é uma fibra têxtil renovável e biodegradável.

Viscose ou bambo. A seda de bambu é semelhante à seda tradicional em aparência, mas é uma alternativa mais sustentável e de menor custo.  A seda de bambu é um tipo de viscose. A viscose típica encontrada no mercado hoje é feita de celulose de madeira, e a seda de bambu é feita de celulose de bambu. Em ambos os casos, o material de base é tratado para se tornar uma pasta que é então combinada com outros ingredientes, extrusada e seca para produzir a fibra. Embora ambos sejam chamados de "viscose", por causa do material base diferente do qual são feitos, os dois têm características de desempenho diferentes, e o bambu é bastante superior. 

Sisal- O sisal Natural é proveniente da planta Agave sisalana, da família Agavaceae, que é um tipo de cacto muito comum nas Américas em zonas semi áridas. O Brasil é um dos maiores produtores de Sisal (cultivado no Nordeste), sendo acompanhado do México e África Oriental.  Fibra biodegradável e sustentável, pode ser usado 100% sisal ou combinado com outros materiais na produção de tapetes. Nos tapetes de tear mineiro é misturado com algodão e ou chenile produzindo uma variedade de tramas.

seda-  A China dominou a indústria da seda por muitos anos, e inicialmente o material era reservado ao Imperador. Os chineses usavam a seda como moeda, e o custo era medido em comprimentos de seda. A Rota da Seda, que ligava indústrias do Oriente ao Ocidente, era uma rota comercial popular com o nome do material, e essa região do mundo ainda mantém o nome hoje. Hoje, a  produção de seda também e feita Coréia, Tailândia, Índia e Turquia. 

O processo de fabricação da seda é chamado de sericultura e envolve a colheita de bichos-da-seda para o material.

  •  As larvas são alimentadas com folhas de amoreira.
  •  as larvas  tecem um casulo. A seda solidifica em contato com o ar. Esse processo leva cerca de 2 a 3 dias.
  •  Uma vez que o casulo é formado, ele é colocado em uma panela com água fervente, matando efetivamente as larvas
  •  O filamento de seda é extraído escovando o casulo
  • A seda crua é tecida ou tricotada em um tecido ou fiada em um fio.

Observe que são necessários cerca de 2.500 bichos-da-seda para gerar meio quilo de seda crua. Cada casulo contém cerca de uma milha de filamentos de seda, e um fio de seda é feito de 48 filamentos de seda. 

vantagens da seda: 

  • Textura . A seda é incrivelmente macia com um brilho, dando-lhe um apelo sofisticado e luxuoso.
  • Flexível. Fácil de trabalhar a fibra.

Desvantagens:

  • A seda encolhe no contato com a água e tem enorme resistência estática.

Alto custo.

A seda é usada predominantemente em alguns tapetes iranianos e turcos, mais caros. Permitem fazer um detalhamento das imagens usadas no tema do tapete. Muito usado como detalhe em tapetes de lã. Também misturado com outros materiais para baixar custo. Fios extremamente finos e maleáveis.

Algodão- O algodão é uma fibra natural derivada de plantas de algodão cujo uso remonta ao quinto milênio aC.

O algodão é composto principalmente de celulose, um composto orgânico insolúvel crucial para a estrutura da planta, e é um material macio. O algodoeiro precisa de muito sol, um longo período sem geadas e uma boa quantidade de chuva.

O algodão cresce em quase todas as regiões tropicais e subtropicais do mundo, incluindo EUA, China, Índia, Uzbequistão, Paquistão, Brasil e Turquia.

Nos Estados Unidos, o Texas é o maior produtor de algodão, e a região de South Plains, no norte do estado, é a maior área contígua de cultivo de algodão do mundo.

tipos de algodão:

  1.  Algodão Pima . Considerado o melhor tipo de algodão do mundo, as fibras do algodão pima são extra macias e extra longas. O algodão é nativo da América do Sul e do Sudoeste Americano. O tecido de algodão Pima é muito procurado, pois é resistente ao desbotamento, ao rasgo e ao enrugamento.
  2.  Algodão egípcio . O algodão egípcio é muito semelhante ao algodão pima. Os dois estão inclusive na mesma classe científica: gossypium barbadense . Tem as mesmas qualidades de resistência, mas é cultivada no vale do rio Nilo, no Egito.
  3.  Algodão de terras altas . O algodão upland tem fibras muito curtas e representa cerca de 90% da produção total de algodão do mundo. A cultura é nativa e cultivada na América Central, México, Caribe e sul da Flórida.
  4.  Algodão orgânico . O algodão orgânico é qualquer tipo de algodão que é cultivado sem produtos químicos e de plantas que não são geneticamente modificadas.

O algodão tem uma série de características distintivas que o tornam uma fibra tão popular na indústria têxtil.

1. Suavidade . A fibra de algodão é macia.

2. Durabilidade . A estrutura celular da planta de algodão é forte e resistente ao desgaste.

3. Absorção . O tecido de algodão é um tecido muito absorvente.

4. Retém bem a tinta . Devido à sua natureza absorvente, o algodão absorve a tinta com muita facilidade e pode ser feito em uma ampla variedade de cores.

5. Respirabilidade . A estrutura de fibra do algodão torna-o mais respirável do que as fibras sintéticas.

6. Sem aderência estática . O algodão não conduz eletricidade, portanto a estática não é um problema com o algodão.